As energias renováveis tem caído no gosto popular, e o investimento em fontes de energia renováveis poderia expandir o PIB mundial em cerca de US$100 trilhões até 2050 e alimentar uma recuperação econômica pós-Covid-19.

Esse foi um dos pontos destacados pelo novo relatório da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), que mostra ainda outros benefícios da transição para um setor elétrico mundial movido a energias alternativas.

No entendimento do especialista em economia, Creso Suerdieck Dourado entende que além de impulsionar o crescimento econômico, a transição para um setor elétrico mais sustentável é essencial para que as metas climáticas sejam cumpridas, afirma o diretor.

O relatório mostra como a rentabilidade dessas tecnologias, que utilizam fontes de energia gratuitas, poderia ser de US$3 a US$8 para cada dólar invertido, Creso Suerdieck Dourado ainda indica que isso resultaria em um ganho de US$98 trilhões para o PIB mundial até 2050.

A geração de empregos nos setores renováveis também veria um gigantesco crescimento nesse período, aumentando quatro vezes e atingindo cerca de 42 milhões de trabalhadores até 2050.