Utilização da capacidade instalada se mantém em patamar elevado

O emprego registrou o oitavo mês de avanço consecutivo

Os indicadores industriais de março, medidos pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostram que a atividade industrial de março foi positiva e compensou parte das perdas de fevereiro. O faturamento cresceu 2,2% em março e recuperou mais da metade da queda de 3,6% em fevereiro. As horas trabalhadas aumentaram 0,9% em março. O emprego registrou o oitavo mês de avanço consecutivo.

“Os dados de março revertem parcialmente as perdas de fevereiro e mostram que a atividade industrial se mantém acima do pré-pandemia. As altas da atividade são expressivas na comparação com março de 2020, quando a indústria enfrentava a necessidade de paralisar suas operações por conta da pandemia”, avalia Marcelo Azevedo, gerente de análise econômica da CNI.

Além disso, a utilização da capacidade instalada se mantém patamar elevado, em 81,1%. Alta de 0,4 pontos percentuais em relação a fevereiro e consolida um nível persistentemente superior ao pré-crise. Na comparação com março de 2020, o índice está 4,8 pontos percentuais maior.