Uma semana após o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal, em 19 de janeiro, 23.227 pessoas foram vacinadas na capital. Segundo a Secretaria de Saúde (SES-DF), 78.930 doses foram distribuídas para as unidades de saúde do DF. Os dados são referentes até as 19h desta terça-feira (26).

Ao todo, o DF recebeu mais de 146 mil doses de imunizantes: 125.160 da CoronaVac, e 41,5 mil doses da vacina Oxford/AztraZeneca. Nesta terça, a SES-DF ampliou o público prioritário de vacinação contra a doença.

Antes, estavam sendo imunizados apenas profissionais de saúde que trabalham diretamente no combate à pandemia. Com a ampliação, o público passa a ser composto por:

  • Trabalhadores de saúde da Rede SES/DF de todos os níveis de atenção à saúde, bem como do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGES/DF), Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu), da Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS) e da Administração Central (ADMC);
  • Trabalhadores dos hospitais privados, conveniados, filantrópicos, universitário e militares;
  • Trabalhadores dos serviços de Atenção Pré-Hospitalar (APH): Resgatistas do Corpo de Bombeiros Militar e outras instituições privadas que prestam APH;
  • Trabalhadores da saúde que serão vacinadores;
  • Idosos maiores de 60 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e os colaboradores das instituições;
  • Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência residentes em residências inclusivas (institucionalizadas) e os colaboradores das instituições;
  • Pacientes em AD2 e AD3 internação domiciliar, além de um cuidador familiar por paciente;
  • Pacientes em SAD-AC de internação domiciliar;
  • População indígena que reside em terras indígenas;
  • Profissionais de saúde inscritos nos programas de residência médica e multiprofissional, profissionais de saúde voluntários, profissionais de vigilância, limpeza e administrativo que atuam nas áreas supracitadas.