Você já parou para se perguntar como consumir queijo vegano muito parecido com o tradicional? Para Flavio Giusti, com a fermentação do queijo vegano isso é possível! Mas, se você não sabe no que isso consiste ou, ainda, se tem dúvidas se esse processo é realmente eficaz, então acompanhe este artigo até o final!

O que é queijo fermentado?

De antemão, o empresário Flavio Giusti explica que um queijo fermentado nada mais é que um produto feito a partir do consumo de açúcar por bactérias que, por sua vez, resultam na obtenção de galactose e glicose. Assim como explica o youtuber vegano, essa fermentação é necessária não somente para os seres vivos presentes no processo, como também para o corpo humano, que terá a ação dos microrganismos no processo de digestão.

Além disso, é válido mencionar que a maioria dos queijos tradicionais são realizados a partir da fermentação do mesmo, já que é esse processo que dará mais consistência e sabor ao alimento. Por essa razão, de acordo com o criador do VegetariRango, se você aprender a fermentação do queijo vegano, nunca mais desejará consumir queijo de origem animal.

O que é preciso para fazer queijo vegano fermentado?

Visto isto, para fazer a fermentação do queijo vegano, o renomado Flavio Giusti comenta que é possível utilizar diferentes ingredientes e obter o mesmo resultado. Mas, destrinchando apenas uma receita, serão necessários apenas caju, sal, água, flor de sal e limão, ou seja, ingredientes super simples e acessíveis. 

Mas, na prática, a fermentação do queijo vegano irá demandar mais atenção, não por ser difícil, mas porque não basta apenas colocar tudo na panela e misturar. Pelo contrário, é uma receita feita em etapas e, além de tudo, demorada. O primeiro passo, de acordo com o idealizador do VegetariRango, é deixar o caju de molho por 8h horas, com água abundante e sal. 

Após isso, você terá um caju super hidratado, que deverá ser triturado em processador e misturado com suco de limão logo após esse processo, voltando para o aparelho, para que seja processado ainda mais. A ideia é que se torne um creme suave, portanto, o cuidado com a quantidade de água é necessário. 

A etapa final também é bem simples: você precisará, apenas, deixar o queijo descansando por cerca de 24h, envolto por pano de algodão e longe da luz direta, mas com muito calor, para que o sabor fique ainda melhor. E fim! Como salienta Flavio Giusti, ao final desse processo tudo o que você terá é o queijo mais parecido com o tradicional da sua vida! Incrível, né?

Visto isto, para aprender melhor sobre a fermentação do queijo vegano e outras receitas, não deixe de acompanhar Flavio Giusti em seu canal no Youtube e nem de segui-lo no Instagram, cujo usuário é o @vegetarirango. Esses são os meios em que você mais poderá ficar por dentro do universo vegano e, certamente, do universo VegetariRango. Mas, algo ainda melhor que isso, são os cursos sobre queijo vegano de Flavio Giusti.