A diálise consiste em um processo artificial de filtragem do sangue, afirma o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, médico urologista. O tratamento é usado para eliminar o excesso de fluidos e substâncias tóxicas do corpo. Essa intervenção é recomendada para pacientes que possuem a condição de insuficiência renal avançada, em que há a incapacidade do órgão de realizar as funções renais, a diálise substitui o papel dos rins que perderam essa capacidade.

 

Há diversas orientações para a execução do tratamento. A principal é a de seguir de forma disciplinar as orientações e o tratamento médico. É importante não faltar em nenhuma sessão para que não tenha a saúde comprometida, tendo em vista as importantes funções desempenhadas pelos rins.

 

Além disso, é necessário manter uma dieta balanceada; é preciso ter cautela ao ingerir sal, pois o aumento de sal no organismo pode gerar, consequentemente, o aumento na pressão arterial. Vale ressaltar que o controle da diabetes e da pressão arterial são imprescindíveis, ressalta o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes. Mais um motivo para adquirir uma dieta balanceada é por conta da hiperpotassemia, quadro em que há o aumento expressivo na taxa de potássio no sangue, condição frequente a pacientes que possuem insuficiência renal.

 

Acerca de exercícios físicos, o paciente deverá estar com os exames clínicos e laboratoriais em dia, com a pressão arterial e peso estáveis. Contudo, recomenda-se o treino com práticas esportivas leves, exercícios de baixo impacto como caminhadas, hidroginástica, alongamento, bicicleta e natação.

 

Durante as sessões do tratamento, procure ocupar a mente com um livro, um programa de TV, séries e filmes, conversar ou se preferir dormir. Converse inclusive com os profissionais da saúde, eles sempre estão dispostos a ajudar. As sessões são imprescindíveis, como dito acima, então sugere-se uma dinâmica menos tediosa possível no tratamento, até mesmo para oferecer conforto e alívio ao paciente, relata o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes, mestre e doutor em urologia pela Universidade de São Paulo.