Não há dúvidas que, assim que a pandemia foi declarada, muitas pessoas se viram em busca de passatempos e hobbies, uma vez que tivemos que nos adaptar a passar grande parte – senão todo – do nosso tempo dentro de casa em isolamento social.

Sendo assim, Frederico Gayer Machado de Araujo revela que muitas pessoas, felizmente, usaram uma parte desse tempo para aderir hábitos de leitura e colocá-las em dia. No entanto, o número de perfis em redes sociais (como Facebook, Instagram e Twitter) com foco em livros dobraram, uma vez que vários leitores estavam em busca de socializar-se com outros com os mesmos interesses.

Com isso, Frederico Gayer Machado de Araujo revela que é notável que, unindo a internet e o universo literário, vários termos e gírias relacionadas surgiram e tomaram força, deixando muitos confusos acerca de seus significados. Tendo isso em vista, Frederico Gayer Machado de Araujo preparou um ‘dicionário’ de gírias do universo literário para facilitar seu compreendimento quando se deparar com publicações relacionadas, veja:

Bookaholic – Bookstan: Ambos os termos, segundo Frederico Gayer Machado de Araujo, surgiram para definir aqueles leitores assíduos, viciados em livros. No entanto, os bookstans costumam compartilhar suas leituras nas redes sociais para recomendar os livros a mais pessoas com certa frequência.

Fanfic – Fanart: Frederico Gayer Machado de Araujo explica que ambos os termos são usados para referir-se a criações de fãs em relação a seus livros favoritos, por exemplo, no caso da fanart, os fãs criam desenhos gráficos e pinturas digitais relacionadas aos personagens dos livros, e, já no caso das fanfics (abreviação para fanfiction), são histórias de ficção, onde os leitores, a partir dos personagens dos livros, criam histórias com os mais diversos enredos.

Hype: Esse termo é muito utilizado no universo literário e, Frederico Gayer Machado de Araujo comenta que se trata dos livros que estão na boca do povo, ou seja, todos estão lendo e falando sobre ele.

Ressaca Literária: Frederico Gayer Machado de Araujo esclarece que é o que acontece quando o leitor lê vários livros seguidos sem pausa, ou, aquela sensação de cansaço após ler um livro que aborda temas delicados ou que precisam de mais esforço para serem interpretados. Geralmente faz com que você estagne em suas leituras, e, assim como a ressaca causada pelo álcool, necessita de um tempo para passar.