Você já sentiu que conquistou algo, mas que não dependeu de seu esforço? Ou sentiu que não merecia chegar onde chegou etc? O empresário Márcio Alaor de Araújo, especialista em finanças e executivo, a convite de nossa redação, fala sobre essa síndrome que vem tirando a paz de muitas pessoas. Não caia na síndrome de auto sabotagem e saiba valorizar seus feitos. Confira mais sobre o tema neste artigo.

A síndrome do Impostor, como é popularmente conhecida, trata-se de uma forma de auto sabotagem em que o indivíduo exibe sinais de uma percepção da própria imagem nociva, uma vez que se enxerga incomeptene, insuficiente e outras demais características negativas. Desse modo, o empresário Márcio Alaor de Araújo explica que a pessoa torna-se refém de seus próprios pensamentos, pois pensa não ser merecedora, mesmo após ter trabalhado tanto para tal.

Desse modo, Márcio Alaor de Araújo alerta para a Síndrome do Impostor, pois pode ser um caos na vida de alguém, ainda mais quando se trata do âmbito profissional, um ambiente em que a competitividade e produtividade são exaladas. Dessa maneira, se você corresponde aos sinais exalados por um impostor, procure ajuda psicológica e trate essa síndrome da melhor maneira.

Não crie uma imagem negativa e de demérito sobre si mesmo, salienta Márcio Alaor de Araújo. Reconheça seu valor e honre sua história, afinal, ninguém chega tão longe do nada. Por isso, trabalhe o sentimento de auto crítica insistente e reconheça seus feitos. Não se cobrar tanto é o primeiro passo.