O especialista em vinhos, Marco Carbonari, fala à nossa redação sobre o processo de poda das videiras. O empresário é proprietário de uma vinícola no interior do estado, a Villa Santa Maria. De origem familiar, o local foi se tornando um espaço propício para o desenvolvimento de um negócio, pois desde sua gênese exibiu grande primor e qualidade. Dessa forma, hoje, oferece diversos recursos para os amantes de vinho, como degustação, tour com vista panorâmica, há presença de um restaurante fino e também vende ótimos vinhos.

O vinho é caracterizado por ser uma bebida única, pois seu sabor e seu aroma dependem de um processo meticuloso de cultivo, produção e armazenamento, desse modo, ele é responsável por oferecer uma das bebidas mais delicadas e deliciosas que há.

Como dito acima, o vinho é delicado e para um bom resultado final, é preciso cautela e cuidado, sendo assim, um bom o cultivo e uma colheita feita da forma adequada são etapas essenciais para obter um bom vinho, desse modo, a poda também é um processo muito importante no que tange à confecção do vinho, narra Marco Carbonari.

Há diversos tipos de poda, elas vão de acordo com o objetivo do produtor, pois existem podas para produção, frutificação, formação, implantação e a mais conhecida e comumente referenciada, é a poda de renovação, que visa eliminar os danos das plantas. Cada uma vai direcionar e solucionar o que a planta necessita.

Além disso, vale ressaltar a proeminência de realizar podas periódicas, pois a videira pode contrair fungos e doenças, enfatiza Marco Carbonari. Fato que ocasionará danos e prejuízos ao produtor, bem como interfere na qualidade das uvas ao redor.

Contudo, a poda deve ser feita de uma forma meticulosa e precisa, pois se feita, por exemplo, de forma excessiva e invasiva, pode abrir espaço para a contratação das referidas doenças e fungos. Desta forma, um bom profissional saberá realizar o trabalho da forma correta e sem danos à videira.

Ademais, em se tratando de um profissional qualificado, ele sabe a hora certa que se deve fazer a poda, sendo imprescindível que apenas ele realize as podas, pois uma pessoa sem os conhecimentos necessários acerca do assunto, pode acabar lesionando e trazendo danos às videiras. Dessa forma, fica evidente o caráter esmiuçante e minucioso que é realizar uma poda, ressalta Marco Carbonari. Portanto, deve ser feita apenas com especialistas no assunto.